domingo, 21 de abril de 2013

Ninguém Vai Ligar


Gostaria de começar com um "olá"
Talvez se estivesse chegando agora faria tudo diferente, faria sim
Ou talvez nem faria nada, nem chegado teria, mas cheguei e fiquei
Fiquei tão errado e me senti tão incomodado que fui embora de vez
Não espero nem que entenda, essa vontade que tive de correr
Aquele abraço bom de quem sabe que vai voltar, nem disso senti falta
Só quis olhar para frente e me livrar um pouco do que eu me tornei
Nunca gostei de coisas incompreensíveis e acabei me tornando isso para ti
Me tornei tão, que chegou ao ponto de eu mesmo me perder sobre como estava
Sei que o tempo faz mudar
Mas dessa vez não espero nada.