terça-feira, 20 de maio de 2014

Desde a Primeira Vez

Vivo nesse mundo real com a cabeça na fantasia
Na realidade não tem me sobrado alegria
Preferi inventar um novo mundo todo dia
Tem dias em branco que eu não quero desenhar
Nos coloridos tiro o dia pra cantar
Se fosse depender de alguém nada aconteceria
Se eu fosse esperar, vai saber o que chegaria
Não há razão em confiar nos outros
Se há razões para confiar
Não adianta torcer ao contrário
As pessoas são exatamente o que são
E eu nunca gostei das coisas assim.