quarta-feira, 19 de maio de 2010

Carta na Garrafa

Eu te avisei
Que se eu fosse embora
Seria para sempre
Mas tu insististe em mostrar o outro lado
O lado que eu não quis conhecer
Pelo menos não naquele momento
Depois que eu passei pela tua porta
Em sentido à rua
Caminhei demais
Demais sem cansar
Eu sabia que teria que andar muito
Soube muito andar
Apaixonei-me por novos lugares que conheci
Novos sentimentos que nunca tinha sentido
Agradeço-te
Não posso deixar de agradecer-te
Por ter me deixado livre para conhecer o novo
E ter deixado esse lugar ao teu lado
Somente para a tua solidão