terça-feira, 8 de junho de 2010

A Redoma

Talvez um dia eu seja como é teu sonho
Talvez um dia
Mas não essa noite
Nem nas próximas, que já planejei sem pensar
Quer acreditar no que não tem certeza que exista?
Isso não é fé
A televisão não te prende mais
Enquanto tu prende tantas coisas aí dentro
Eu sinto a necessidade de ter isso pra mim
Tem dias que a gente perde o sentido
Tem vezes que o sentido não volta mais
Bom dia, tem algo velho e repetido para me contar?
Eu tento te trazer uma nova história
A história que pra mim é tão velha e repetida
Eu tento todos os dias
Talvez um dia tu não sejas mais como é meu sonho
Talvez um dia
Mas não essa noite
Nem nas próximas, que já planejei sem pensar.