sábado, 3 de julho de 2010

Se há amor, não precisa haver palavras.

Rico não é aquele que escreve e fala sobre o sentimento dos outros, que fala tão claro do amor, conta historias tristes e felizes
Rico é aquele que transparece todo seu sentimento para o outro escrever.

Dias que a gente se despedi e não vai embora
Corre e a paisagem não muda
Fala mas não escuta a própria voz
Olha tudo
Mas não é visto por ninguém
Dias assim não tem graça
E faz um dia lindo lá fora
Dias assim é quando a vida perde o sentido
E a gente nem se importa
Em dias assim é quando a gente escreve e todo mundo gosta