segunda-feira, 28 de maio de 2012

Fortaleza


Doce é tudo aquilo que eu imagino ser
E quando bato de frente, quando me encontro dentro
Sinto o amargo da realidade
O que eu gostaria de ser?
Não sei, ando confuso, às vezes nem ando
É, não tenho andado muito, por não saber a direção que vai me trazer algo novo e bom
Estou trancado, no mesmo velho lugar de sempre e não aceitando visitas
Toda opinião que ouvi tem interesse, nem que seja o interesse de me deixar bem
Mas sempre esconde a realidade de que esse mundo não é pra mim
Já nem sei se queria que fosse, a certeza é que não quero me adpatar na vida como é
Não quero deixar ser levado pelo mundo que está pronto, não sei ser assim
Na verdade não sei nem como ser, não me enxergo mais em frente ao espelho meu
Todo dia é uma luta e cansa
Ah, como cansa!
Estou cansado 20 anos pra trás e mais 20 anos pra frente
Já não sei o que me sobra, se é que sobra alguma coisa, só sei que certamente não vou gostar.