quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Calçada

Fui andando pela rua
A rua ficando vazia
Tão minha, sozinha
A cada passo passado com o pensamento pesado
A música que vinha era tua, era minha
Uma letra sem refrão que contava, que continha o tempo que passei
O passado já não vinha, nem virá, com razão
E a lembrança não faz vontade de crescer
O que ainda muito crescerá.