sábado, 6 de dezembro de 2014

Copia

Será que todo mundo sente o mesmo gosto?
Acredito que não, mas tá tudo tão igual
O que é doce continua sendo doce
Enquanto todos vão ao mesmo tipo de lugar, vestindo o mesmo tipo de roupa, com os mesmo corte de cabelo
Sempre o mesmo ideal
Ouvem a mesma música, bebem a mesma bebida
O amargo ainda é o mesmo amargo
Não há espaço para criação, tudo já foi criado
Melhor copiar o que foi bom
Todos dão atenção e despertam interesse na menina que mais flerta
Todos iguais, o mesmo tom, a mesma máscara, até a dor é a mesma
Que gente sem graça, graça que já não há e será que já houve?
Pior copia o pior
Gente que acha que não é, sendo ainda mais, por não ver que é e muito
O escuro é sempre escuro e só
Na pose pra fotografia essas bocas cheia de dentes, copiam
A única coisa que falta agora é tudo
Será que todo mundo sente o mesmo gosto?